Make It Clear Brasil

Um apoio ao livre pensamento e a um entendimento do mundo baseado em evidências

Traduzindo: “Of course the 9/11 cross is a religious symbol”

   Cruz memorial

   Por David Silverman, presidente da American Atheists, no The Washington Post em 2 de Maio de 2013.

Em 11 de setembro de 2001, terroristas religiosos assassinaram quase 3 mil pessoas, incluindo cristãos, ateus, judeus, hindus, muçulmanos e muitas outras de crenças diferentes.

As Torres Gêmeas de Nova York foram construídas com vigas de aço e, após a queda das torres, milhares de vigas foram vistas no entulho. Um membro das equipes de resgate cristão escolheu uma viga e a dotou de simbolismo religioso. Ele insinuou que esta viga específica não se tratava de sucata como as demais, mas era um sinal dos céus, “uma promessa de Deus de que ele está conosco mesmo diante da maldade e do enorme sofrimento.”

A viga ornamentada foi tomada pelo padre Brian Jordan, um sacerdote Católico franciscano, e inventou-se uma relíquia religiosa. Durante os 10 anos seguintes, a cruz de 5,2m de altura (17 pés, no original) foi deslocada, reparada, montada e copiada. Cerimônias religiosas foram feitas na frente dela na St. Paul’s Chapel. Adoradores, posteriormente, a modificaram, entalhando “JESUS” no topo e orações na lateral. A cruz foi rotulada como única, um sinal do deus cristão, não simplesmente uma viga arrancada do entulho de um ataque terrorista. Então, a cruz se tornou lucrativa – podendo ser comprada em lojas de artigos da igreja e websites.

A cruz foi instalada no memorial do World Trade Center (WTC) em uma cerimônia religiosa liderada pelo padre Jordan, em 2011. Ele consagrou o espaço público no qual o memorial foi construído, e a cruz foi fincada. No mesmo ano, a American Atheists apelou judicialmente pela remoção da cruz enquanto símbolo religioso ou pela autorização, por parte da direção do WTC, de um memorial ateu ao lado para lembrar os descrentes que morreram no 11 de setembro.

Em 29 de março de 2013, a juíza Deborah Batts decidiu que a cruz é um “artefato” laico, não um símbolo religioso inconstitucional. A cruz é um artefato, sim, mas simplesmente por ser um símbolo religioso. De fato, a verdadeira razão pela qual a cruz faz algum sentido a alguém é por esta se tratar de um símbolo religioso. Ausente seu significado religioso, a cruz é sucata como qualquer outra viga nos destroços. Este fato inegável faz da cruz um item religioso – e apenas religioso.

Sendo esta cruz certamente cristã, a sua inclusão no memorial do WTC, pago pelo contribuinte, é um patrocínio inconstitucional do governo para o cristianismo. Na Primeira Emenda (First Ammendment), nossa mais fundamental declaração de direitos, está claro que nosso governo não pode demonstrar preferência por uma religião em detrimento de qualquer outro sistema de crenças; ele precisa ser neutro. Violar este princípio tão básico não é apenas contra a lei, é pouco americano (un-American). O memorial do WTC deve ser um local acolhedor para pessoas de todas as religiões – ou sem religião – e não serve a este propósito permitir que um enorme símbolo cristão  lance sua sombra sobre todo o memorial.

A direção do WTC justificou a inclusão da cruz mantendo a posição de que ela é um “artefato” laico, mas as ações da diretoria a desmentem. A direção apoiou uma cerimônia religiosa para celebrar a introdução da cruz no memorial. Nenhum dentre as centenas de outros artefatos recebeu este tratamento religioso, obviamente, porque são artefatos verdadeiramente laicos de uma tragédia. Durante a celebração religiosa, o padre Jordan afirmou que a cruz representava “todo o povo de fé” – um esforço evidente de criar um monopólio cristão no memorial amontoando as demais crenças sob  a cruz. Não funcionou. Pouco depois de instalar a cruz, a direção do WTC também aprovou a inclusão de uma pequena Estrela de Davi no memorial. Este objeto não não estava no local do WTC, mas sua inclusão foi aprovada porque alguns judeus protestaram o fato de serem representados por um símbolo cristão.

Se os diretores vão instalar um memorial cristão, não deveriam dizer que ele não o é. Ao invés disso, deveriam admitir que é religioso, do mesmo modo que a Estrela de Davi. Em conformidade com a lei federal, eles deveriam incluir representação igual para os ateus que morreram nos ataques de 11 de setembro.

American Atheists se ofereceu, em diversas ocasiões, para pagar pelo memorial ateu, para que a direção do WTC aprovasse um design, e até para que dedicasse uma exposição às vítimas não-religiosas, porém os gestores negaram cada pedido. Nosso grupo tem sido considerado pouco americano (un-American, novamente) e insensível por fazer estes pedidos. Aparentemente, a American Atheists é, de algum modo, apatriótica por exigir tratamento igualitário em um memorial dedicado àqueles que perdemos eu um atentado terrorista religiosamente inspirado.

A igualdade é um conceito “tudo ou nada”. Temos direito iguais, e os ateus da América não vem sendo tratados de forma igual no memorial do WTC. Se os gestores do WTC insistirem em trazer símbolos religiosos, deverão incluir símbolos para todos que quiserem ser representados. Podem manter a cruz, mas os ateus não serão ignorados só porque algumas pessoas no memorial têm preconceito contra descrentes. Os ateus terão um lugar igualitário, ou o espaço deve acabar. Isto é justo, legal e neutro – o estilo americano.

O 11/09 foi uma tragédia americana, não uma oportunidade para pregadores tirarem proveito da catástrofe. A tentativa da direção do WTC de justificar a desigualdade dizendo que uma cruz de 5,2m (17-foot, novamente) no memorial é “secular”, e não uma afirmação religiosa, é uma afronta à inteligência de cada americano. Claro que a cruz é religiosa. Claro que é ilegal colocá-la num espaço público que usa dinheiro do contribuinte. Claro que é uma tentativa flagrante de cristianizar o 11 de setembro.

Tradução própria. Link para o original:

http://www.washingtonpost.com/blogs/on-faith/wp/2013/05/02/of-course-the-911-cross-is-a-religious-symbol/

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 6 de Maio de 2013 by in Ateísmo and tagged , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: