Make It Clear Brasil

Um apoio ao livre pensamento e a um entendimento do mundo baseado em evidências

Energia: processo usa luz solar para obter hidrogênio combustível

Concepção artística de uma usina que utilize a luz solar para quebrar moléculas de água e produzir hidrogênio combustível. Crédito: Universidade do Colorado.

Concepção artística de uma usina que utilize a luz solar para quebrar moléculas de água e produzir hidrogênio combustível. Crédito: Universidade do Colorado.

Dissertação publicada na Science do dia 2 de Agosto informa que pesquisadores da Universidade do Colorado (Estados Unidos) chegaram um passo mais perto do que seria a energia sustentável a partir do hidrogênio: quebrar a água com o uso da luz solar.

A equipe de cientistas desenvolveu um sistema que usa espelhos fixados no chão para concentrar a luz solar em um ponto no topo de uma torre central (assim como já existe na extração de energia solar). A torre acumula calor até aproximados 2.500 graus Fahrenheit (ou 1.350º Celsius), transforma água em vapor, e o transfere a um reator que contêm compostos químicos conhecidos como óxidos metálicos.

Conforme se aquece, o composto metálico libera átomos de oxigênio e muda de forma, passando a buscar novos átomos de oxigênio. Quando o vapor é inserido no sistema, o oxigênio presente nas moléculas de água é capturado pela superfície de óxidos metálicos. Este processo libera os átomos de hidrogênio da água, que se agrupam em moléculas de gás hidrogênio, que pode ser aproveitado.

O método convencional de produção de hidrogênio requer que o reator seja  (i) aquecido a altas temperaturas para a remoção do oxigênio; (ii) resfriado, a fim de que (iii) o vapor seja inserido para re-oxidar o composto metálico e liberar gás hidrogênio. Porém, a inovação dos pesquisadores da Universidade do Colorado consistiu na ausência da mudança de temperatura: o processo pode ser feito em temperatura constante e depende apenas de ligar-se ou desligar-se a válvula que libera o vapor.

Assim, a quantidade de hidrogênio combustível produzida está diretamente ligada à quantidade de óxido metálico (combinação de ferro, cobalto, alumínio e oxigênio) e à própria quantidade de vapor utilizada.

Algumas ressalvas que podem ser feitas dizem respeito aos números: primeiro, temos as quantias mencionadas acima, considerando que o óxido metálico, por si só, é um recurso finito; segundo, são necessárias inúmeras torres de aquecimento para que o hidrogênio seja produzido em escala comercial, o que nos leva à terceira ressalva, a de que uma enorme área coberta de espelhos é necessária para abastecer as torres com luz solar.

Fonte: LiveScience

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 17 de Agosto de 2013 by in Ciência e Tecnologia and tagged , , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: