Make It Clear Brasil

Um apoio ao livre pensamento e a um entendimento do mundo baseado em evidências

Cristianismo em franca decadência na Inglaterra; na França, padres pregam para anciãos

Bispo Mark Davies

Bispo Mark Davies

Mark Davies, Bispo de Shrewsbury, Inglaterra, emitiu um alerta para jovens católicos: segundo Davies, logo os cristãos se tornarão “estranhos na sua própria terra”.

A mensagem foi proferida em um encontro que contou com a participação de mais de mil jovens católicos, com idades entre 16 e 30 anos, em Norfolk. O clérigo encorajou os fiéis a tomar uma atitude em prol da fé cristã, após dados de censo governamental indicarem que os cristãos serão uma minoria na Grã-Bretanha em 2020. Outro estudo, realizado por uma instituição de pequisa, também apontou a tendência para o fechamento de 4 mil igrejas até 2020, caso as congregações continuem a encolher.

O Rev. Davies citou a última Jornada Mundial da Juventude (evento realizado pela Igreja Católica no Rio de Janeiro):

“Com mais de três milhões no Rio, no mês passado, e com mais de mil em Walsingham neste fim de semana, podemos não nos sentir como uma minoria, mas é isso que os cristãos estão prestes a se tornar neste nosso país. 

Até 2020, se a análise do censo recente for levada em conta, a maioria das pessoas nesta terra não mais se identificará de qualquer forma como cristã. 

O mesmo Davies tem sido um crítico ferrenho da disposição governamental a legalizar o casamento entre homossexuais.

Innocent Feugna

Já na França, o catolicismo também parece dar sinais de exaustão. Relatório recente informou que mais de um terço (35%) da população francesa e quase dois terços (63%) dos jovens não se afiliam a “nenhuma religião”. Ainda, de cada 20 pessoas, estima-se que apenas uma frequente a missa regularmente.

O diácono africano Innocent Feugna, que trabalha em St. Pierre de Guise, no norte da França, avalia que sua congregação está ficando mais velha e morrendo:

Aqui, prego para anciãos. Em Camarões, a missa é animada, é viva – aqui as celebrações ainda são monótonas e frias. Em Camarões, as igrejas estão cheias. Temos crianças. Temos adultos, de todas as idades. É completamente diferente da França.

Não só os fiéis franceses estão envelhecendo, como o estão os clérigos. A idade média dos padres no país é de 75 anos, fazendo com que as paróquias recorreram à importação de religiosos. Feugna acrescenta que, talvez, a igreja não tenha a “mensagem correta” para atrair os jovens.

Douglas Yates, professor assistente de ciências políticas da American University de Paris e professor da American Graduate School na mesma localidade, comentou:

Conforme os padres na França ficam mais velhos, estão sendo substituídos por africanos, particularmente em áreas rurais, um fenômeno que chama pouca atenção da mídia. Se a tendência continuar, a Igreja Católica se tornará uma religião minoritária. Ela está ombro-a-ombro com agnósticos e ateus. A França moderna é uma sociedade laica.

Fonte: the freethinker

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 29 de Agosto de 2013 by in Religião and tagged , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: