Make It Clear Brasil

Um apoio ao livre pensamento e a um entendimento do mundo baseado em evidências

Estudantes versus Ensino ruim de Ciências

Artigo escrito por Douglas Quenqua no portal do The New York Times ontem, 2 de Setembro, nos brinda com exemplos valiosos da luta pela melhor aplicação de recursos públicos em instituições educacionais.

Em muitos países, mas, em especial, nos Estados Unidos da América, as disputas ideológicas (também conhecidas como “guerras culturais”) alinham suas fileiras dentro das escolas. Conforme tentam eliminar o ensino das mudanças climáticas e da evolução do currículo básico dos alunos, as forças que eu me atrevo a chamar de retrógradas enfrentam a resistência de alunos bem-intencionados, os últimos visando um ensino científico condizente com os dólares gastos pelo governo americano e, mais importante, condizente com a realidade.

Zack KopplinComecemos por Zack Kopplin (foto ao lado). Como trabalho de colegial, ele começou uma campanha para revogar a Louisiana Science Education Act (Lei de Educação Científica de Louisiana), lei de 2008 que “abriu o caminho” para o ensino do criacionismo nas escolas públicas do estado, segundo Zack. Hoje, o Sr. Kopplin, 20, é reconhecido como a voz mais ativa do seu estado contra a educação científica de má qualidade e expandiu sua campanha para anular ou evitar leis similares em outros estados, bem como para combater o subsídio governamental para que estudantes frequentem escolas religiosas. Zack também ficou conhecido por sua participação no programa de televisão Real Time With Bill Maher, do canal HBO, no qual discutiu a política de cortes de investimentos em pesquisa científica com o economista Stephen Moore (vídeo aqui).

“Tenho orgulho de ser de Louisiana, mas não quero que as pessoas riam de mim quando saio do estado. ‘Ah, esse é o cara do estado estúpido com a lei criacionista'”, Kopplin disse.

Nosso segundo exemplo vem da Inglaterra. Em Março, Esha Marwaha (foto abaixo), 16, estudante de Hounslow, West London, iniciou um abaixo-assinado para que o Secretário de Educação Michael Gove desistisse da remoção de referências às mudanças climáticas do curso de geografia para estudantes com menos de 14 anos de idade. Sua petição reuniu mais de 30 mil assinaturas e, em Julho, Gove abandonou o plano.

Marwaha afirma que precisamos, sim, lutar pelo desenvolvimento de um currículo equilibrado que mantenha os estudantes ocupados com a ciência baseada em evidências, como no caso das mudanças climáticas, sejam elas causadas pela ação humana ou não.

Por fim, eis Katelyn Campbell (foto à esquerda), 18, cuja objeção a um congresso de educação sexual carente de evidências na sua escola (George Washington High School em Charleston, West Virginia) se transformou em um confronto com o diretor da instituição. No congresso, filmado por um amigo de Katelyn, uma propositora da abstinência chamada Pam Stenzel chegou a afirmar que a camisinha não dá proteção contra doenças sexualmente transmissíveis.

Por ter boicotado a assembleia, de acordo com Campbell, o diretor ameaçou relatar ao Wellesley College, faculdade onde ela havia sido aceita, que a moça se tratava de uma “baderneira”. Além de divulgar seu caso para a mídia, Katelyn entrou com um mandado contra o diretor impedindo-o de discriminá-la de qualquer forma frente a outras instituições de ensino.

Dias depois, o Wellesley College usou sua página no Twitter para demonstrar seu posicionamento: “Katelyn Campbell, #Wellesley is excited to welcome you this fall“. (“Katelyn Campbell, #Wellesley está empolgado para recebê-la neste outono”.) Campbell frequenta a faculdade, onde está se formando em estudos americanos e química.

Fonte: The New York Times

Advertisements

One comment on “Estudantes versus Ensino ruim de Ciências

  1. Pingback: Livros de Ciência de Israel ameaçados pela censura religiosa | Make It Clear Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 3 de Setembro de 2013 by in Ciência e Tecnologia, Educação and tagged , , .

Navegação

%d bloggers like this: