Make It Clear Brasil

Um apoio ao livre pensamento e a um entendimento do mundo baseado em evidências

Pesquisadores desvendam o “manto de invisibilidade” do câncer

CâncerCientistas do hospital National Jewish Health, nos Estados Unidos, anunciaram ter descoberto como um lipídio secretado por células cancerosas impede que o sistema imunológico reaja à expansão dos tumores. O ácido lisofosfatídico (LPA, sigla em inglês para lysophosphatidic acid) se encaixa nos linfócitos T e age como um “manto de invisibilidade”, evitando que estes linfócitos reconheçam e ataquem os tumores.

“Nos anos recentes, foram desenvolvidos diversos medicamentos terapêuticos que estimulam o sistema imunológico da própria pessoa a combater o câncer”, disse Raul Torres, professor de imunologia do National Jewish Health e autor da dissertação publicada na edição de outubro do periódico Cancer Immunology Research. A visão do pesquisador é a de que as descobertas “sugerem novos alvos e estratégias para empregar a ajuda do sistema imunológico no combate ao câncer”.

Os cientistas acreditam que o sistema imunológico humano reconhece e destrói várias células cancerosas antes que elas deem origem a tumores. Porém, os tumores desenvolvem estratégias para “driblar” a sua detecção por parte do corpo. Uma delas é a secreção do lipídio LPA.

Sabe-se que o LPA é expelido por muitos tipos de células cancerosas, e que ele parece fomentar o crescimento e a propagação de tumores. Também é sabido que os linfócitos T CD8 possuem receptores para o LPA. Estes linfócitos CD8, ou linfócitos citotóxicos, ou ainda Killers, possuem receptores específicos nas suas membranas celulares capazes de se ligar a outros, nas células humanas que estejam produzindo determinados antígenos (substâncias que iniciam uma reação por parte dos sistema imunológico) em sua superfície. Os Killers podem destruir células de câncer quando os antígenos os ativam a agir contra elas.

No novo estudo, o Dr. Torres procurou mostrar que o LPA mantem as células T inativas mesmo após terem localizado um alvo — um antígeno — nas células cancerosas que, normalmente, causariam uma resposta imunológica. O receptor LPA5 foi identificado como o receptor responsável por inibir a reação imunológica: em culturas de células laboratoriais e em ratos, o LPA previne a sinalização entre as células, o aparecimento de moléculas associadas à ativação das células T e a proliferação das mesmas células T. Quando linfócitos T desprovidos do receptor LPA5 foram inseridos em ratos com câncer, o crescimento dos tumores essencialmente parou.

“Conhecer especificamente como o LPA inibe a resposta imunológica sugere diversas estratégias para proteger a habilidade natural do sistema imunológico no combate ao câncer”, disse o Dr. Torres.

Fonte: MedicalXpress

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 28 de Outubro de 2013 by in Medicina and tagged , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: